Governo Federal priorizará vagas para Receita Federal, judiciário e TI

O secretário de gestão e desempenho de pessoal do Governo Federal, Wagner Lenhart, deu explicações sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020. De acordo com o secretário, a LDO prevê concursos públicos federais, com prioridades para as áreas Jurídica, de Tecnologia da Informação (TI) e de Receita.

A Secretaria de Gestão e Desempenho Pessoal é vinculada ao Ministério da Economia e já apontou que contratações federais serão pontuais no próximo ano, em vagas estratégicas. O foco do governo será na modernização das estruturas dos órgãos vinculados à União, digitalizando processos.

Contudo, isso não significa, é claro, que os concursos estão encerrados para os próximos anos. O texto da LDO 2020, aprovado pela Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional, prevê a criação de cargos, civis e militares. A Lei ainda precisa ser aprovada em sessão conjunta no Congresso, para depois ser sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro.

A Lei de Diretrizes Orçamentárias é o plano que estabelece as metas e prioridades financeiras da administração pública federal. Sendo assim, o texto define quais serão os orçamentos destinados aos órgãos, empresas, fundações, autarquias e demais entidades ligadas à esfera federal.

Confira os principais órgãos que já solicitaram concursos para 2020

A declaração do secretário de gestão e desempenho de pessoal de que a prioridade será para cargos da Receita é bastante relevante no contexto atual. Recentemente, a Receita Federal revelou ter encaminhado um pedido de 3.314 vagas ao Ministério da Economia, sendo 2.153 voltadas para a própria Receita e outras 1.161 para a Secretaria de Fazenda. Confira na tabela abaixo

CARGO

REQUISITOS

REMUNERAÇÃO*

VAGAS

Analista tributário

Nível superior em qualquer área

R$12.142,39

1.453

Auditor-fiscal

Nível superior em qualquer área

R$21.487,09

700

* Nos valores já está somado o auxílio-alimentação, de R$458.

Outros órgãos que já tem pedido sob análise na pasta comandada pelo ministro Paulo Guedes são os seguintes:

Pedido de Concurso INSS – 7.888 vagas

Técnico do Seguro Social – Nível Médio - 3.984 vagas – R$5.186,79

Analista do Seguro Social – Nível Superior - 1.692 vagas - R$7.659,87

Perito Médico – Nível superior em medicina - 2.212 vagas - R$12.638,79.

Pedido de Concurso Depen – 309 vagas

Agente federal de execução penal – Nível médio – 294 vagas - R$6.030,23

Especialistas – Nivel superior – 15 vagas - R$5.565,70

Pedido de Concurso Bacen – 260 vagas

Técnico – Nível Médio – 30 vagas - R$7.741,31

Analista – Nível superior – 200 vagas - R$19.655,06

Procurador – Nível superior em Direito – 30 vagas - R$21.472,49

Pedido de concurso ANTT - 394 vagas

Técnico administrativo - Nível médio R$7.474,67 - 87 vagas

Técnico em regulação - Nível médio R$7.846,37 - 208 vagas

Analista administrativo - Nível superior R$14.265,57 - 36 vagas

Especialista em regulação - Nível superior R$15.516,12 - 63 vagas

Pedido de concurso Antaq - 102 vagas

Técnico administrativo - Nível médio e R$7.474,67 - 20 vagas

Técnico em regulação - Nível médio e R$7.846,37 - 34 vagas

Analista administrativo - Nível superior e R$14.265,57 - 9 vagas

Especialista em regulação - Nível superior R$15.516,12 - 39 vagas

Publicado: 21 de August de 2019