Confira o cronograma da reta final do Concurso MPU

Na última terça-feira, dia 11 de setembro, as inscrições para o concurso MPU foram encerradas. Milhares de candidatos por todo Brasil aguardam agora as fases seguintes da seleção, como as tão temidas provas do MPU. Mas afinal de contas, você tem noção do cronograma exato do concurso MPU? Se não, este texto pode te ajudar a não bobear nos últimos detalhes da sua preparação para esta grande oportunidade!


Antes de mais nada, é necessário esclarecer que foi encerrado apenas o prazo para inscrições, mas os já cadastrados que ainda não pagaram as taxas de inscrição, no valor de R$55 para técnicos e R$60 para analistas, ainda tem até o dia 1º de outubro. Os pagamentos podem ser feitos em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.


A tabela abaixo traz as próximas etapas do concurso e as respectivas datas em que iram acontecer:



Etapa

Data

Verificação das fotos dos cadastros (se atenderam as instruções do edital)

11 de setembro

Relação provisória dos candidatos com deficiência com inscrição deferida

18 de setembro

Relação provisória dos candidatos que se autodeclararam negros

Relação provisória dos candidatos que tiveram os pedidos de isenção deferidos

Relação provisória dos candidatos com atendimento especial deferido

Encerramento do prazo para pagar as taxas de inscrições

1º de outubro

Convocação para as provas objetivas e discursiva

8 de outubro

Aplicação das provas objetivas e discursivas

21 de outubro

Divulgação dos gabaritos preliminares

23 de outubro

Recursos contra os gabaritos

24 a 25 de outubro

Resultado final das provas objetivas e resultado provisório das provas discursivas

7 de novembro


As provas e os cargos do Concurso MPU


O concurso MPU é conhecido pelo alto nível de complexidade de suas provas, sendo uma seleção onde os candidatos precisam se preocupar mais ainda com a preparação dos conteúdos.


A banca organizadora é o Cebraspe e, como de costume em concursos da instituição, os candidatos serão submetidos a 120 questões na prova objetiva, divida em 50 de Conhecimentos Gerais e 70 de Conhecimentos Específicos. O modelo é marcação é o de Certo e Errado, onde cada acerto dá um ponto ao candidato e cada erro retira igualmente um ponto.


As questões de Conhecimentos Básicos, comuns a todos os candidatos, se concentrarão nas disciplinas de Língua Portuguesa, Ética no serviço público, Acessibilidade, Promoção da Igualdade Racional e Legislação aplicada ao MPU e ao CNMP. A etapa de Conhecimentos Específicos, por sua vez, é diferente para cada cargo:


Conhecimentos Específicos Técnico de Administração:


► Noções de Direito Administrativo;

► Noções de Direito Constitucional;

► Noções de Administração;

► Noções de Arquivologia;

► Noções de Administração Orçamentária, Financeira e Orçamento.


Conhecimentos Específicos Analista em Direito:


► Direito Administrativo;

► Direito Constitucional;

► Direito do Trabalho;

► Direito Processual do Trabalho;

► Direito Civil;

► Direito Processual Civil;

► Direito Penal;

► Direito Processual Penal;

► Direito Penal Militar;

► Direito Processual Penal Militar.


Os candidatos à Analista em Direito terão de fazer ainda um exame discursivo, no mesmo dia 21 de outubro, que consistirá na redação de um texto de até 30 linhas. Por isso, receberão uma hora a mais de prova do que os candidatos a técnico de administração.


O Concurso MPU está oferecendo 47 vagas de preenchimento imediato e formará um extenso cadastro de reservas, ao qual a instituição tem o hábito de recorrer com o passar do tempo.


Destes, 11 serão destinados à carreira de técnico de administração, que exige apenas ensino médio completo e oferece rendimentos iniciais de R$7.772,80. As 36 vagas restantes estão destinadas a Analista em Direito, cargo que requer nível superior em Direito e tem salário inicial de R$R$12.169,89.

Publicado: 12 de September de 2018