Concursos públicos: equilibre estudo com lado emocional

É possível conciliar o estudo árduo para concurso com momentos de descontração e descanso para não se desesperar. 

Quem deseja ser um servidor público precisa lidar com muitos fatores durante a preparação para o concurso a qual se inscreveu. Mas dois fatores valem a pena destacar, que são os estudos e o equilíbrio emocional. Ambos são fundamentais para quem busca obter sucesso em um concurso público.

Ainda mais depois de dois anos em que a realização de alguns concursos públicos ficou sob as condições sanitárias impostas pela pandemia da Covid-19 devido à pandemia. Nesse cenário, o setor de concursos se tornou uma verdadeira montanha-russa de emoções. Além dos problemas comuns na vida adulta de qualquer pessoa, como brigas familiares, boletos para pagar, trabalhos desgastantes, a violência urbana, entre outros fatores que elevam a ansiedade de uma pessoa. Esse sentimento, segundo o terapeuta Rafael Haddad, impede que o cérebro humano foque no processo de aprendizagem e, de quebra, faz com que ele pense que está em constante perigo.

Mas se acalme, concurseiro! Sempre há uma luz no fim do túnel que possibilita você se dedicar à preparação em busca da aprovação e não se sentir frustrado por não ter tempo de dar uma volta de bicicleta ou encontrar uma pessoa amiga.

Especialistas defendem que a dupla estudo + equilíbrio emocional é a única maneira de um candidato conseguir obter sucesso em um concurso público.

Então, mais do que passar horas debruçado nos livros e vidrado nas videoaulas, o concurseiro deve dosar o foco para não surtar. Equilíbrio é fundamental para as coisas funcionarem bem e para o candidato conseguir se preparar de maneira adequada.

A maioria de nós passou muitos anos da vida sem dar atenção à questão emocional. Ninguém nunca nos ensinou sobre gestão das emoções na escola.  Então, de fato, é desafiador olhar para essa questão agora, depois de adultos. Mas tudo é questão de hábito. Quanto mais você treinar, melhor você fica!

Não existe uma fórmula mágica que seja aplicável a todos que tentem superar as dificuldades causadas pelo distanciamento social. No entanto, tudo passa pelo equilíbrio. Por isso, é fundamental que o estudante não se cobre demais.

Assim como um carro que precisa de algumas horas estacionado para poupar bateria e motor, o concurseiro que passa um longo período de leitura, resumo e resolução de questões precisa descansar a mente para conseguir, no dia seguinte, voltar com mais gás para os estudos.

Durante as pausas que forem realizadas, procure alimentar sua mente e seu emocional com coisas que te façam bem, como um livro, série ou filme do seu interesse, passe mais tempo com a família, faça jogos e brincadeiras, medite, alimente-se bem e tenha boas horas de sono. Esses momentos de pausa serão essenciais para quem precisa lidar com a pressão de atingir o resultado que tanto almeja e necessita.

Fale agora com um consultor!

Publicado: 03 de December de 2021