Concurso TJ-RJ: o que os candidatos ganham com as aposentadorias dos servidores

Programa de Incentivo à Aposentadoria do Tribunal de Justiça do Rio pode contribuir para o aumento do número de convocados no próximo Concurso TJ-RJ para Técnicos e Analistas Judiciários. Entenda!

Nos últimos meses, os inscritos no concurso do Tribunal de Justiça do Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) para Técnicos e Analistas Judiciários passaram a acompanhar as aposentadorias do Tribunal. Para os candidatos é importante monitorar esses dados porque eles podem aumentar o número de convocados no Concurso TJ-RJ.

Não enendeu? Então vamos explicar... Resumidamente, as aposentadorias, falecimentos, exonerações e desligamentos geram vacâncias que podem ser preenchidas por aprovados em concursos. E o TJ-RJ tem apresentado saídas regulares, o que proporciona um elevado número de cargos vagos aptos para provimento por concursados.

Além disso, os servidores do Tribunal Judiciário do Rio de Janeiro têm até a próxima quarta-feira (30) para aderirem ao Programa de Incentivo à Aposentadoria (PIA), caso tenham interesse. Com a conclusão desse processo do PIA, no próximo mês o TJ deve divulgar quantas vagas deverão ser preenchidas no próximo concurso público, que já possui 160 vagas autorizadas para os cargos de técnico e analista.

A última vez em que o TJ-RJ adotou o Programa de Incentivo à Aposentadoria foi no ano de 2018, quando 333 servidores pediram desligamento. Desses, 100 ocupavam o cargo de técnico e 233 de analista. Essa revelação foi feita no ano passado, pelo diretor de Gestão de Pessoas do Tribunal, Gabriel Albuquerque Pinto. A expectativa é de o número de servidores a aderirem à aposentadoria este ano seja ainda maior.

Resumo Concurso TJ-RJ

Vale lembrar que concurso suspenso para o Tribunal de Justiça do Rio visa preencher 85 vagas para o cargo de Técnico Judiciário (carreira que exige o nível médio de escolaridade) e 75 para Analista Judiciário (nível superior).

Quando as inscrições forem reabertas, deverão ser realizadas pelo site da banca do concurso, o Cebraspe. Os interessados deverão efetuar o preenchimento do formulário e o pagamento do boleto de inscrição, nos valores de R$80 para técnico e R$100 para analista.

Provas do concurso TJ-RJ deverão ser aplicadas em 2021

Como as provas do concurso TJ-RJ só deverão ser aplicadas no ano que vem (segundo uma fonte do alto escalão do Tribunal), é fundamental tirar proveito desse tempo para solidificar os assuntos que serão cobrados na avaliação. O candidato que abandonar os estudos agora, por mais que já tenha estudado, pode acabar se prejudicando. Afinal, nossa memória só mantém aquilo que usamos constantemente. Sendo assim, os concurseiros que realmente desejam ser servidores do Tribunal de Justiça do Rio, devem manter os estudos em dia.

Embora  a pandemia tenha trazido dificuldades para o país como um todo, os concurseiros devem aproveitá-la para intensificar os estudos e aparar as arestas, pois, de certa forma, ganharam mais tempo para aprimorar a preparação. Como o TJ-RJ só deverá aplicar as provas em 2021 e ainda reabrirá as inscrições, até mesmo quem iniciar os estudos agora terá chances de ser aprovado. Ou seja, o tempo joga a favor dos candidatos que não pararam de estudar.

Além disso, a seleção para o Tribunal de Justiça do Rio costuma ser bastante concorrida. Portanto, se você deseja mesmo conquistar uma vaga neste concurso, não dá para ficar de braços cruzados esperando o dia da prova.

Fale agora com um consultor!

Publicado: 24 de September de 2020