Concurso TCM-Rio: comissão organizadora será formada no segundo semestre

Está em busca de uma oportunidade nos tribunais? Então temos boas notícias para você! O Tribunal de Contas do Município do Rio de Janeiro confirmou, na última quinta-feira (9), que tem seleção prevista para o ano de 2020. O A informação foi passada pelo Departamento de Recursos Humanos do tribunal.

A comissão organizadora da seleção será formada no segundo semestre deste ano. Ela será responsável pela definição de detalhes importantes, como o projeto básico, a escolha da banca organizadora e a homologação dos aprovados. Quanto a isso, o Departamento de RH ainda complementou:

“Estamos aguardando a situação financeira do município melhorar para então abrir esse concurso. Este ano ainda não deu, mas a previsão é que a comissão seja formada no segundo semestre e a realização do concurso aconteça no ano que vem”

O TCM-Rio registra uma carência atual de funcionários na área técnica-administrativa de 29 servidores. De acordo com o Portal da Transparência do órgão, 28 destas vagas seriam para o cargo de auditor e uma para o de técnico. A maioria das vacâncias é para auditores de controle externo sem especialidade.

Carreira de auditor oferece excelentes condições de trabalho

Os auditores de controle externo são os responsáveis por realizar fiscalizar as movimentações contábeis, financeiras, orçamentárias, patrimoniais e operacionais do erário público do Rio de Janeiro, incluindo a legalidade de aposentadorias, admissões/demissões e pensões.

O cargo exige diploma de nível superior, com especificidades de formação em alguns cargos (área de Direito e Engenharia, por exemplo, requerem seus respectivos diplomas na área). A remuneração inicial do cargo é de R$12.035,00, bastante atrativo para quem está entrando na área, além do regime estatutário (que garante estabilidade).

Além disso, a tendência é de aumento com o passar dos anos, como exposto na tabela abaixo:

São oferecidos ainda diversos benefícios aos auditores, como auxílio-saúde (até R$1.400); auxílio-refeição (R$1.133); auxílio-creche (R$1.287), para quem tem dependentes de até seis anos; e auxílio-educação (R$1.287), que se estende para dependentes de até 17 anos (limitado a até dois).

 

                            Fale agora com um consultor

Publicado: 10 de May de 2019