Concurso Seeduc RJ: professores temporários serão contratados

Docentes são convocados para suprir déficit na rede estadual de ensino.

A Secretaria Estadual de Educação anunciou, em nota enviada à Imprensa, que pretende realizar novos processos para contratar professores temporários. Além disso, serão convocados, também de caráter temporário, professores que não são da rede estadual para que possam suprir a falta desses profissionais nas salas de aula.

A secretaria informou, no início de 2019, que mais de 101 mil aulas não aconteceram por que não havia professor para ministra-la. Uma estratégia a ser tomada pelo órgão é investir nas Gratificações por Lotação Prioritária (GLPs), ou seja, os professores receberão para exercer hora extra à jornada estabelecida em seus contratos. No momento, a secretaria já cadastrou mais de 13 mil docentes com carga horária disponível para receber essas gratificações. Coordenadores pedagógicos e orientadores educacionais também receberão o benefício das GLPs para ampliar a carga horária de suas aulas.

Sindicato pressiona por novo concurso

Alex Trentino, coordenador-geral do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe-RJ), declarou que a grande necessidade de contratações imediata de professores efetivos e ressaltou as constantes audiências com o governo para discutir o assunto:

O sindicato acha que é uma necessidade imediata do governo fazer concurso para suprir as carências dos professores que se aposentam e falecem. Enfim, há uma carência enorme em várias disciplinas, já que estamos há sete ou oito anos sem abertura de concurso público. Então, essa seleção é urgente e necessária”.

O secretário de educação do estado Pedro Fernandes declarou que “no momento, este trâmite precisa da aprovação da Secretaria de Fazenda e da Procuradoria Geral do Estado, devido ao Regime de Recuperação Fiscal”, que segue vigente até setembro de 2020.

Dados do próprio Sepe-RJ, indicam que as cidades com a maior defasagem de professores são Nova Iguaçú, São João de Meriti, Belford Roxo, São Gonçalo e Itaboraí. Em relação às disciplinas mais necessitas de novos docentes, estão na lista Matemática, Língua Portuguesa, Geografia, Química e Física.

Contudo, o concurso do Seeduc está previsto no Plano Plurianual do Rio de Janeiro, indicando que o concurso poderá ser aberto até 2023, aumentando a esperança da categoria. Já que até o fim de 2019, havia a promessa por parte do secretário Pedro Fernandes de lançar o edital, a fim de suprir as carências de professores que surgiram após a implementação do Regime de Recuperação Fiscal. Porém, já estamos em 2020 e a divulgação do edital segue sem uma data definida.

O último concurso público do Seeduc, ocorreu em 2014, com oferta de 1.697 vagas para as disciplinas de Artes, Biologia, Ciências Físicas e Biológicas, Educação Física, Filosofia, História, Língua Estrangeira (Inglês, Espanhol, Francês e Italiano), Sociologia, Física, Geografia, Português, Matemática e Química. As remunerações na época variaram entre R$1.339,35 para carga de 16 horas e R$2.371,25, para 30 horas, incluindo auxílio-alimentação.  

Publicado: 13 de February de 2020