Concurso PRF tem perspectiva de muitas contratações

O concurso PRF segue dependendo da oficialização do aval do Ministério do Planejamento. Enquanto isso não acontece, o órgão acelera os preparativos e os sindicalistas pedem mais vagas. Foi o que aconteceu no último dia 8, quando a Federação Nacional dos Policiais Federais (FenaPRF) reuniu-se com o ministro do Planejamento, Esteves Colnago. 

Na ocasião, a FenaPRF pediu mais vagas pois, segundo a federação, o déficit hoje é de 3 mil policiais e mais 2 mil poderão se aposentar.

A tendência é o Planejamento autorizar pelo menos mais 250 vagas, equivalentes ao adicional de 50%. A princípio, o ministro não confirmou aval para mais vagas. Ele só deverá sair mais para frente, nos orçamentos dos anos seguintes.

O concurso PRF terá 500 vagas de policial rodoviário federal. Para concorrer, é necessário ter nível superior em qualquer área e carteira de habilitação, na categoria B em diante. O salário é R$9.931,57 no início de carreira. Em 2019, passará a R$10.357,88.

Edital do concurso PRF sai até junho

Uma notícia importante para quem sonha com o concurso PRF, é que o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, já confirmou que o edital do concurso será publicado ainda este semestre, ou seja, até junho. A PRF também já confirmou essa previsão.

O fato de a PRF já estar elaborando o edital reforça a previsão passada pelo ministro. A corporação não esperou o aval sair para começar os preparativos. Portanto, assim que a seleção for autorizada, a banca deverá ser contratada e o edital sair em seguida.

O que estudar para o concurso PRF?

Quem quer ser aprovado no concurso PRF pode ter como base o último concurso da corporação para estudar. A próxima seleção deverá seguir os mesmos padrões da anterior. 


A Polícia Rodoviária Federal realizou seu último concurso em 2013. A banca foi o Cebraspe, acostumado a comandar esse tipo de seleção. 

Assim como diversas seleções da área da Segurança Pública, o concurso PRF teve diversas etapas: provas objetiva e discursiva, teste de capacidade física, exame de saúde, avaliação psicológica, investigação social e (ou) funcional, avaliação de títulos e curso de formação.

Disciplinas da prova objetiva:

  • Português;
  • Matemática;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Ética no Serviço Público;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Direito Administrativo;
  • Noções de Direito Processual Penal;
  • Legislação Especial;
  • Direitos Humanos e Cidadania; 
  • Legislação Relativa ao DPRF;
  • Física Aplicada à Perícia de Acidentes Rodoviária.

O que faz um policial rodoviário federal?

  • Preservar a ordem, a segurança pública e o patrimônio da União, por meio do patrulhamento ostensivo das rodovias federais;
  • Atuar na prevenção de acidentes e realizar o atendimento a vítimas nas rodovias federais;
  • Realizar o policiamento, a fiscalização e a inspeção do trânsito e do transporte de bens e pessoas;
  • Exercer os poderes de autoridade de trânsito, autuando infratores, cobrando e arrecadando multas;
  • Assegurar a livre circulação das vias, especialmente em casos de acidentes de trânsito, manifestações sociais e calamidades públicas;
  • Realizar a escolta de autoridades nacionais e internacionais, quando solicitado. 
Publicado: 11 de May de 2018

(21) 99243-5891
2ª a 6ª, das 10 às 17 horas

Ajuda