Concurso PRF: federação recorre a AGU para convocar 614 aprovados do último processo

Recentemente, presidente Bolsonaro e Ministro Paulo Guedes sinalizaram viabilizar a convocação desses remanescentes para suprir necessidades da corporação.

Durante uma reunião realizada na última terça-feira, 19 de maio, com o novo ministro da Advocacia-Geral da União (AGU), José Levi Mello do Amaral Junior, representantes da Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais, entre eles, o diretor-jurídico da FenaPRF, Marcelo Azevedo,  solicitaram auxílio do órgão para ter permissão para convocar os 614 candidatos aprovados do último concurso PRF, realizado em 2018.

Na reunião, os membros da federação apresentaram dados sobre o déficit atual na PRF que, segundo eles, tem impactado diretamente no trabalho de fiscalização e segurança dos policiais nas rodovias e estradas do país. Vejam o que foi dito pelo diretor-jurídico, Marcelo Azevedo.

É fundamental que tenhamos um órgão tão importante do Poder Executivo ao nosso lado. Convocar os aprovados é valorizar a segurança pública e economizar dinheiro evitando acidentes e combatendo o crime nas rodovias federais”.

O diretor ressaltou que esse primeiro encontro com o novo mandatário da AGU serviu apenas para ilustrar o atual cenário na corporação, a fim de conseguir uma resposta imediata sobre a necessidade apresentada.

Vale lembrar que no último dia 12 de maio, o Presidente da República Jair Bolsonaro, durante evento público em Brasília, acompanhado por outros ministros, como o da economia Paulo Guedes, se mostrou favorável para a convocação de excedentes do último concurso da PRF, após ouvir aos pedidos de pessoas que foram aprovadas em 2018. Basta apenas que o presidente autorize para que a Polícia Rodoviária dê início aos cursos de formação aos convocados. Falta ainda homologar o resultado final desse concurso.

Quanto ao Concurso PRF de 2020...

Segue como uma promessa, já que a corporação enviou no ano passado, um pedido ao Ministério da Economia para que fosse autorizada a abertura de 4.435 vagas, sendo a maioria para policial rodoviário federal – 4.360 vagas para pessoas com nível superior em qualquer área, na faixa de idade entre 18 a 65 anos, além de possuir Carteira Nacional de Habilitação. A remuneração nesse cargo é de R$10.357,88.

As outras 75 vagas restantes serão para agente administrativo, cargo para pessoas com nível médio completo, com remuneração de R$4.022,77.

Ainda não foi sinalizado nenhuma movimentação sobre algum possível aval, já que para isso ocorrer, ele é publicado no Diário Oficial da União. Tanto PRF quanto a classe de concurseiros que pretendem participar do processo esperam que a promessa do presidente Bolsonaro de realizar concursos anuais com mil vagas para a PRF até 2022 seja cumprida.

Publicado: 21 de May de 2020