Concurso PRF: diretor-geral comenta novo efetivo da corporação

Eduardo Aggio declarou que o efetivo de servidores da Polícia Rodoviária Federal chegará a um patamar histórico, após a autorização do Governo Federal.

O diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, Eduardo Aggio, esteve presente na cerimônia de inauguração de novas estruturas e entrega de equipamentos à superintendência da corporação, evento em que o Presidente Jair Bolsonaro confirmou a realização do concurso com 2 mil vagas e também informou o prazo para o lançamento do edital.

O diretor divulgou um vídeo em seu Instagram em que um policial rodoviário pergunta o que ele pensa sobre a chegada de novos policiais que estão em formação e que, consequentemente, irão ampliar o quadro de pessoal na PRF. Veja o que Aggio respondeu:

Um patamar histórico que a PRF nunca rompeu. Neste ano, com a formação dos novos quase 700 policiais na academia, que o presidente Bolsonaro autorizou, junto a toda a equipe do Governo Federal: o ministro Paulo Guedes, o ministro André, o ministro Jorge e todos os outros responsáveis. Isso tem nos ajudado a conseguir com que sejam feitos investimentos na Polícia Rodoviária Federal. E nós temos toda a convicção de que os investimentos feitos em Segurança Pública revertem na redução do Custo Brasil, na melhoria da Segurança Pública e na entrada de investimentos para assegurar que o cidadão brasileiro tenha acesso à Justiça, algo que durante muito tempo todos nós falávamos e não tínhamos”.

De acordo com o que foi dito por Bolsonaro na cerimônia, o edital poderá sair ainda este ano até o início de 2021. O Presidente já havia prometido durante uma live no Youtube que irá autorizar o pedido de concurso feito pela PRF para abrir 2.772 vagas, distribuídas nos seguintes cargos:

  • 2.634 vagas para Policial Rodoviário: cargo de nível superior em qualquer área de formação, que possuam idade mínima de 18 anos e máxima de 65 anos e que tenham Carteira Nacional de Habilitação a partir da categoria B;
  • 138 vagas para Agente administrativo: cargo que exige apenas nível médio completo, com idade mínima de 18 anos.

O objetivo da PRF é de que os aprovados nesse próximo concurso possam atuar, de forma distribuída, na Sede da PRF (em Brasília), nas 27 superintendências regionais, em 150 delegacias e em 413 unidades operacionais.

É importante lembra que o projeto básico do edital desse concurso foi entregue ao diretor-executivo da PRF, José Lopes Hott Júnior, que confirmou o recebimento do projeto no dia 21 de setembro. Esse documento será entregue às bancas organizadoras que pretendem organizar essa seleção, assim que o Ministério da Economia autorizar o pedido que fora enviado no mês de junho. Até lá, os candidatos devem seguir focados na preparação constante, pois esse concurso promete ser um dos mais concorridos do próximo ano.

Fale agora com um consultor!

Publicado: 25 de September de 2020