Concurso PRF: diretor confirma que próximo edital passará por ajustes

José Lopes Hott Júnior, diretor executivo da PRF, declarou que serão feitas atualizações e ajustes estruturais no edital do próximo concurso da corporação.

Desde que foi confirmado o pedido para abrir 2.772 vagas, o concurso público da Polícia Rodoviária Federal é um dos mais aguardados desse segundo semestre. Percebendo o grande interesse dos concurseiros que o diretor executivo da corporação, José Lopes Hott Júnior, tradicionalmente nos finais de semana, abre a caixinha de perguntas do Instagram para que os interessados em ingressar na PRF encaminhem suas dúvidas e ele responda através dos stories.

É por meio desse método de interação que, no último sábado (12/09), o diretor respondeu a um concurseiro que perguntou se o próximo edital seria igual aos concursos anteriores, se ele ficaria próximo disso ou se haveria mudanças mais significativas:

“(haverá) alguns ajustes estruturais e atualizações aos desafios atuais da PRF”, confirmou Hott Júnior.

Essa informação indica que, mesmo sem ter recebido a autorização oficial da União, a corporação já está se preocupando com esses detalhes e vê que é necessário avaliar e antecipar-se quanto a esses aspectos, para que os preparativos sejam concluídos mais rapidamente.

Quando será entregue o projeto básico?

A PRF ainda não confirmou se a comissão organizadora entregou o projeto básico ao diretor dentro do prazo estipulado, que se encerrou na última segunda-feira (14/09). Contudo, Hott Júnior já havia antecipado que esse prazo não seria novamente prorrogado e que esperava receber o documento na data prevista.

O diretor da PRF informou ainda que nesta semana irá se reunir com o grupo para avaliar os resultados do trabalho. Tendo o projeto básico pronto, que é uma espécie de espelho do edital, ele será entregue às empresas interessadas para que apresentem suas propostas de preço.

Assim que escolher a banca organizadora, o edital será elaborado e finalmente publicado. Lembrando que depende do Ministério da Economia aprovar o pedido para que sejam abertas 2.634 vagas para o cargo de policial rodoviário e 138 vagas para agente administrativo. Para concorrer a essas duas carreiras é preciso seguir os requisitos:

  • Policial Rodoviário: é preciso ter nível superior em qualquer área de formação, ter idade mínima de 18 anos e máxima de 65, e ter Carteira Nacional de Habilitação a partir da categoria B.
  • Agente administrativo: exige apenas nível médio completo;

A remuneração concedida pela Polícia Rodoviária Federal é um incentivo a mais para os concurseiros começarem já a preparação ou mesmo intensificá-la. Os novos agentes receberão salário de R$4.022,77, enquanto que os futuros policiais terão ganhos no valor de R$10.357,88.

Fale agora com um consultor!

Publicado: 16 de September de 2020