Concurso Prefeitura SP: edital é divulgado trazendo 168 vagas

As novidades vindas da capital paulista não param! O Concurso Prefeitura de São Paulo teve seu edital publicado no Diário Oficial do Município. O documento prevê a convocação de 168 novos servidores para diversos cargos de nível superior, todos sob regime estatutário, assegurando estabilidade.


Para se inscrever, o candidato deve preencher a ficha cadastral do concurso no site da Vunesp (que também organiza o Concurso TJ-SP). Para concluir a inscrição, é necessário também efetuar o pagamento, via boleto, de uma taxa no valor de R$82,20.


Do total de 168 vagas, 50 estão reservadas para Secretaria de Fazenda de São Paulo (SMF-SP). Este quantitativo é destinado ao cargo de analista de planejamento e desenvolvimento organizacional, que requer diploma universitário em Ciências Contábeis e tem remunerações iniciais de R$6.106,33 por 40 horas semanais de trabalho.


As 118 vagas restantes são designadas a diversos cargos de cinco diferentes habilitações: Engenharias Florestal (10), Civil (34) e do Trabalho (2), Agronomia (14) e Arquitetura (58). O salário para estes cargos é de R$7.032,90.


Inscrições abrem no próximo dia 15


A banca escolhida para organizar a seleção foi a Vunesp, que também é responsável pela organização do Concurso TJ-SP, anunciado recentemente. As inscrições para a Prefeitura de São Paulo começam no dia 15 de outubro, próxima segunda-feira, e devem se estender até o dia 12 de novembro.


Para solicitar isenção de pagamento da taxa de inscrição, o candidato deve apresentar comprovação de renda igual ou inferior ao piso salarial vigente no Estado de São Paulo.


Este requerimento também deve ser feito no site da Vunesp e as solicitações serão recebidas entre os dias 15 e 16 de outubro. A relação de isenções aprovadas sai no dia 27 do mesmo mês.


As provas do Concurso Prefeitura de SP


Os participantes do concurso serão submetidos a três etapas de avaliação: prova objetiva, prova discursiva e análise de títulos. As duas primeiras serão eliminatórias e classificatórias, e a última é exclusivamente classificatória.


Tanto as provas objetivas quanto as discursivas estão marcadas para ocorrer no dia 16 de dezembro. Para a grande maioria dos cargos, a prova objetiva será composta por 70 questões.


Somente para os concorrentes às vagas de analista de planejamento e desenvolvimento organizacional que o número de questões é diferente, subindo para 80.


Para os exames discursivos, por sua vez, os candidatos terão de elaborar um estudo de caso e responder a uma questão dissertativa, específicas para cada cargo.


Os candidatos devem levar também seus comprovantes de títulos, pois a prova de títulos também está marcada para o dia 16 de dezembro – apesar de só os melhores classificados nos exames objetivo e discursivo terem seus títulos avaliados.

Publicado: 10 de October de 2018