Concurso Pmerj: detalhes sobre o projeto básico da seleção de oficiais

Polícia Militar do RJ divulga quantas etapas terá o concurso para o Quadro de Oficiais e as disciplinas que serão cobradas nas provas objetivas e discursivas.

No início do mês de setembro, a comissão organizadora do concurso de oficiais da Polícia Militar do Rio de Janeiro encaminhou o projeto básico às empresas interessadas em organizar a seleção com 32 vagas abertas. A função desse documento é orientar as bancas para que elas possam elaborar as propostas com base nas informações contidas no projeto. Assim que for escolhida a banca organizadora, o edital desse concurso poderá ser publicado, com previsão inicial para sair em 04 de janeiro do próximo ano.

Como o projeto básico é um espelho do que virá a ser o edital, os concurseiros já podem ter uma noção do que espera por eles nessa seleção. Á começar pelas etapas de avaliação que ao todo serão cinco, de acordo com o projeto básico:

  • 1ª etapa: provas objetivas e discursivas (únicas etapas de responsabilidade da banca organizadora);
  • 2ª etapa: exame antropométrico e Teste de Aptidão Fisica (realizados pela PMERJ);
  • 3ª etapa: exame psicológico (PMERJ);
  • 4ª etapa: exame de saúde (PMERJ);
  • 5ª etapa: exame social e documental (PMERJ).

Detalhes sobre cada etapa de avaliação

As provas objetivas irão trazer ao todo 80 questões, 20 a mais que no concurso de 2018. Os concorrentes terão de responder a 15 questões de Direito, 15 de Direito Constitucional, 15 de Direito Penal, 15 de Direito Processual Penal, 10 de Direito Penal Militar e 10 de Direitos Humanos.

Já na parte discursiva será necessário responder a quatro questões dissertativas, escritas em até 30 linhas cada, valendo até cinco pontos cada uma das questões, cujos temas serão sobre Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Penal e Direito Processual Penal.

As etapas objetivas e discursivas serão aplicadas no mesmo dia (com data ainda a ser marcada), sendo que a prova objetiva acontecerá entre 9h e 13h, e a prova discursiva entre 15h e 18h

Os aprovados nessas primeiras etapas avançaram para o Teste de Aptidão Física, que consiste na realização de testes de flexão abdominal, de flexão em barra fixa (somente para homens) e teste de isometria na barra fixa (sexo para mulheres) e corrida de 2.400m.

O projeto básico informa que a Polícia Militar espera receber cerca de 4 mil candidatos, assim como aconteceu na última seleção de oficiais. Essa carreira tem como requisitos o nível superior em Direito, altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Mesmo que não traga essa informação, é provável que assim como em 2018, a idade-limite para se inscrever nesse concurso é de 35 anos de idade, até à data da publicação do edital.

Conselho de Recuperação Fiscal cobra explicações

A Comissão de Acompanhamento e Monitoramento Econômico-Financeiro do RRF solicitou informações a respeito da autorização desse concurso de oficiais, concedida pelo governador afastado do Rio de Janeiro Wilson Witzel, em 17 de agosto. Na época, a equipe do Ministério da Economia cobrou explicações a respeito da criação de uma nova despesa obrigatória, com a abertura de 32 vagas. A Secretaria Estadual da Casa Civil respondeu que há um "saldo total de 90 vagas no quadro de oficiais" somando vacâncias e aposentadorias registradas na Pmerj após a homologação do Regime de Recuperação Fiscal no estado do Rio, em setembro de 2017.   

Além desse concurso para oficiais, a Polícia Militar está na expectativa de abrir um edital com 2 mil vagas para a função de soldados e outro para a área da saúde da corporação, com 42 vagas para o cargo de oficial médico e 25 vagas para técnico de enfermagem.

Fale agora com um consultor!

Publicado: 25 de September de 2020