Concurso PF: 349 vagas para o cargo de agente administrativo

Na solicitação feita pela Polícia Federal (PF) ao Ministério da Economia, consta pedido para abertura de vaga para agente administrativo.  Cargo exige apenas  nível médio e oferece remuneração inicial de R$4.710.

A Polícia Federal (PF) planeja abrir concursos públicos para as áreas policial e administrativa, ainda este ano. A expectativa é de que sejam abertas mais de 3 mil vagas para cargos de níveis médio e superior. Para isso, a corporação encaminhou um novo pedido ao Ministério da Economia.

Na solicitação ao ME, constam 508 vagas para a área administrativa, das quais 349 são para o cargo de agente administrativo, que exige apenas o nível médio de escolaridade. A remuneração inicial para este cargo é de R$4.710,76 e a carga de trabalho é de 40 horas semanais.

As outras 159 vagas na área administrativa estão distribuídas entre os seguintes cargos de nível superior: administrador (21), arquivista (8), assistente social (10), bibliotecário (1), contador (9), economista (3), enfermeiro (3), engenheiro (1), estatístico (4), farmacêutico (1), médico (65), nutricionista (1), odontólogo (11), psicólogo (5), técnico em assuntos educacionais (13) e técnico em comunicação social (3). Para todos eles, a remuneração é de R$5.559,67 e a carga horária também é de 40 horas semanais.

Último concurso PF para a área administrativa

O último concurso para a área Administrativa da Polícia Federal foi aberto em 2013, quando foram oferecidas 566 vagas, das quais 534 foram para agente administrativo. As demais oportunidades foram para cargos de nível superior. Na época, o Cespe/UnB (atual Cebraspe) foi a banca organizadora da seleção.

As oportunidades foram distribuídas por todos os estados, além do Distrito Federal. Todos os candidatos foram avaliados por meio de uma prova objetiva composta por 120 questões, divididas em duas partes: Conhecimentos Básicos (50) e Conhecimentos Específicos (70).

Para os cargos de nível foi aplicada ainda, uma avaliação discursiva.

Para ser considerado aprovado o candidato precisou se enquadrar nos seguintes critérios: obter pelo menos 10 pontos em Conhecimentos Básicos, 21 em Conhecimentos Específicos e 36 no total das provas objetivas.

Pedido

Como já dito, no pedido de concurso da PF encaminhado ao Ministério da Economia, o órgão também solicita abertura de vagas para a área Policial. A solicitação foi de mil vagas, sendo 540 para agente, 300 para escrivão, 60 para papiloscopista e 100 para delegado. As três primeiras carreiras têm como requisito nível superior em qualquer área, mais carteira nacional de habilitação (CNH) a partir da categoria B. A remuneração pata as três é de R$12.441,26. Já para se candidatar ao cargo de delegado, os candidatos precisam ser formados em  Direito, ter experiência mínima de três anos em atividade jurídica ou policial, além da carteira de habilitação (CNH). A remuneração é de R$23.130,48.

Assim como o pedido para a área Administrativa, a solicitação para a área Policial também passará por diversos setores do Ministério da Economia, que avaliarão a proposta, para então autorizar ou não a abertura de um novo concurso.

Como a área de Segurança Pública tem sido uma prioridade do governo Jair Bolsonaro, há grandes chances de a PF ter seu pedido aprovado, tanto para a área Administrativa como para a área Policial.

Último concurso PF para a área policial

O último concurso PF para a área Policial foi realizado em 2018. Na época, o concurso contou com a organização do Cebraspe e foram oferecidas 500 vagas.

Os candidatos do concurso 2018 foram avaliados por meio de provas objetiva, discursiva, exame de aptidão física, prova prática de digitação, avaliação médica, avaliação psicológica, avaliação de títulos, prova oral, investigação social e curso de formação.

As contratações na Polícia Federal são feitas pelo regime estatutário, que garante estabilidade ao servidor, após três anos de pleno exercício da função (após período de estágio probatório).

Publicado: 30 de June de 2020