Concurso PF 2020 para níveis médio e superior está em pauta

Polícia Federal (PF) planeja abrir concursos para várias carreiras das áreas Policial e Administrativa

A Polícia Federal (PF) planeja abrir concursos públicos para as áreas policial e administrativa, ainda este ano. A expectativa é de que sejam abertas mais de 3 mil vagas para cargos de níveis médio e superior. As remunerações podem ultrapassar R$23 mil mensais.

Em relação à área de policial, no final de março vazou um cronograma de concurso que havia sido elaborado pelo setor de Pessoal da PF, como uma sugestão ao governo federal. No documento, a solicitação da corporação era para que a autorização do Ministério da Economia fosse publicada no próxima dia 25. Ainda segundo o cronograma, o edital para os cargos de agente e de papiloscopista seriam publicados dia 5 de outubro e o de escrivão e delegado seriam divulgados dia 22 de novembro. Devido ao cenário político atual, com as recentes mudanças no comando-geral da PF e no Ministério da Justiça e Segurança, e também em virtude dos problemas ocasionados pela pandemia do novo coronavírus, é provável que a PF não receba, no próximo dia 25, a autorização do Ministério da Economia para a abertura de concurso, como solicitado. 

Segundo a Assessoria de Imprensa da corporação, “por enquanto, não há previsão de realização de concurso para o quadro de servidores da Polícia Federal”. A mensagem foi enviada por e-mail, em resposta a um jornal. Entretanto, ao ter elaborado um cronograma para concursos, acredita-se que a Polícia Federal já tenha um entendimento com o governo federal para que seja aberta uma nova seleção ainda este ano. Vale destacar também que o atual governo federal tem uma preocupação muito grande com a Segurança Pública, o que pode facilitar a abertura de seleções para a PF, tanto para a área policial, como para a área administrativa da corporação.

Expectativa de que sejam ofertadas mais de 3 mil vagas

A quantidade de vagas para o concurso da Polícia Federal ainda não foi confirmada. Mas, a expectativa é de que seja dado o aval para mais de 3 mil vagas, uma vez que o  déficit de pessoal é grande na corporação. 

No início deste ano, o presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), Edvandir Paiva, deu uma declaração e indicou que o pedido enviado pela corporação contempla 3 mil vagas: “Sobre o concurso da Polícia Federal, o nosso diretor-geral pediu mais 3 mil vagas de concurso. Nós esperamos que seja atendido, pelo menos, paulatinamente, abrindo algumas vagas agora e outras depois”. Na declaração ele referia-se a uma solicitação feita ao governo, pelo então diretor-geral da PF, Maurício Valeixo. 

A informação foi confirmada. Mas, não foi de fato uma solicitação como as que os concurseiros estão acostumados. O presidente da Fenapef, Luis Boudens, explicou que a PF enviou, junto ao pedido, uma minuta que solicita a permissão para 3.460 vagas a mais, nas mesmas áreas (policial e administrativa). A própria PF confirmou, em junho do ano passado, o envio de um novo pedido de concurso ao governo. A demanda seria para cargos de níveis médio e superior, das áreas administrativa e policial. Mas vale lembrar que o cronograma vazado não mencionava a área administrativa. Boudens considera que essa demanda poderá ser ainda maior, pois há uma luta, junto ao governo, para a criação de novos cargos administrativos, podendo chegar a 5 mil vagas. 

No final deste mês de maio, encerra-se o prazo para que os órgãos encaminhem ao Ministério da Economia pedidos de concursos para o ano de 2021. Ainda não se sabe se a PF irá fazer uma nova solicitação, atualizando o pedido enviado em 2019.

Publicado: 22 de May de 2020