Concurso PC-RJ: Edital deverá sair depois de abril

Essa é a previsão fornecida pelo secretário da corporação, Marcus Vinícius Braga. Novo Cronograma está em estudos por conta da pandemia.

A previsão inicial era para que o edital de 864 vagas, do concurso da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro, fosse divulgado em março deste ano. Porém, justo neste mês, começou no Brasil uma das maiores crises de saúde pública de toda a história que, diretamente, está afetando todos os setores da sociedade: a Pandemia do Covid-19.

Por conta do alto risco de contaminação entre seres humanos, que os órgãos federais, estaduais, municipais e até a Organização Mundial da Saúde recomendam a toda a população que não saia de casa enquanto estivermos sob essa pandemia. As únicas exceções são para os profissionais de saúde, imprensa, segurança pública e de serviços essenciais, como farmácias, supermercados e postos de combustível.

Em meio a essa situação de calamidade pública, os concurseiros interessados nesse processo da Polícia Civil seguem pressionando o secretário da corporação, delegado Marcus Vinícius Braga, para que haja um posicionamento oficial sobre quando serão divulgados os editais. No perfil do Instagram, o delegado respondeu:

- “Março não será... Nem abril".

Enquanto a publicação do edital segue sem data prevista, os funcionários e servidores administrativos da corporação estão trabalhando de home office, principalmente aqueles com mais de 60 anos, transplantados, portadores de doenças cardíacas ou pulmonares e aqueles que possuem doenças que necessitam de medicamentos imunodepressores, quimioterápicos ou diabéticos; pois esses fazem parte do grupo mais vulnerável aos efeitos do novo Coronavírus ao organismo.

Enquanto durar a pandemia...

Quem pretende ingressar para a Polícia Civil, precisa prosseguir na preparação para o concurso que oferece 597 vagas para inspetor, 118 para investigador, 47 para delegado, 54 para perito legista, 20 para perito criminal, 16 para técnico de necropsia e 12 para auxiliar de necropsia.

Sabe-se que o edital para delegado deve sair antes que os demais cargos, já que seus processos estão mais adiantados. A banca organizadora para esse cargo é o Instituto Acesso. Para as outras seis carreiras, o Instituto AOCP é quem organizará o processo. As remunerações aos aprovados devem motivar os candidatos a manterem a concentração nos estudos. Mas para se candidatar aos cargos com seus respectivos ganhos financeiros é preciso obedecer aos seguintes requisitos:

  • Auxiliar de necropsia: precisa possuir nível fundamental completo de escolaridade. Vencimentos: R$4.506,27;
  • Técnico de necropsia: O requisito básico é o nível médio completo. Vencimentos R$5.277,59;
  • Perito Legista: Nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica. Vencimentos: R$10.149,95;
  • Perito Criminal: Nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis. Vencimentos: R$10.149,95;
  • Inspetor: Nível superior em qualquer área. Vencimentos: R$6.280,31;
  • Investigador: Nível médio completo. Vencimentos: R$5.740,38.
  • Delegado: Nível superior em Direito. Vencimentos: R$18.747,95.

E tendo ciência do caminho a percorrer até a aprovação, os milhares de interessados irão aproveitar os dias de quarentena para continuar firmes e fortes em seus propósitos.

Para relembrar: o concurso para delegado tem como etapas as provas objetivas, discursivas, orais, prova de capacidade física, exame psicotécnico e exame médico. Os demais cargos terão as mesmas etapas, exceto as provas discursivas e orais. Concluído esse caminho, os aprovados passarão pelo curso de formação e prova de investigação social, coordenadas pela Academia de Polícia Sylvio Terra (Acadepol).  

Publicado: 24 de March de 2020