Concurso IBGE: seleção com mais de 6 mil vagas será a nível nacional e regional

Autarquia planeja abrir dois editais e contratar duas bancas visando o concurso público com 6.500 vagas temporárias, sendo uma delas voltadas para o Rio de Janeiro.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística está trabalhando para abrir um concurso com 6.500 vagas temporárias. A diferença é que essa seleção terá um edital com vagas à nível nacional e outro edital com vagas a nível regional, voltadas para o estado do Rio de Janeiro.

Um edital com uma banca organizadora específica trará 5.623 vagas para o cargo de agente de pesquisa e mapeamento e 552 vagas para a função de supervisor de coleta e qualidade (os dois cargos são de nível médio), distribuídas para todo o país.

Um segundo edital trará 325 vagas para o Rio de Janeiro, com oportunidades para agente de pesquisa por telefone (300 vagas para concorrentes de ) e supervisor de pesquisa (25 vagas), tendo outra banca organizadora que irá elaborar a avaliação dos concorrentes, cujo requisito é o nível superior.

Duas bancas organizadoras são as mais cotadas para assumir essa seleção. Para o concurso a nível nacional, a favorita é a Fundação Getulio Vargas (FGV), enquanto que para a seleção regional o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) deverá ser o organizador.

Antes da pandemia da Covid-19, o IBGE chegou a fazer uma licitação para a escolha dessas bancas, considerando que a seleção poderia ter 8.907 vagas. Porém, com o surgimento dessa crise de saúde, o Ministério da Economia optou por reduzir para 6.500 vagas temporárias. O IBGE está trabalhando para poder publicar o edital dessa seleção ainda neste ano, desde que consiga escolher os organizadores. De acordo com a portaria autorizativa, os aprovados poderão ser contratados a partir de janeiro de 2021. As remunerações ainda serão definidas.

IBGE tem três concursos previstos visando o Censo Demográfico de 2021

Concurso 01: 208.695 vagas temporárias destinadas para três cargos, com os respectivos requisitos e remunerações:

  • Agente censitário municipal: 5.462 vagas para candidatos de nível médio com remuneração de R$2.558;
  • Agente censitário supervisor: 22.676 vagas para candidatos de nível médio, com remuneração de R$2.158;
  • Recenseador: 180.557 vagas para candidatos de nível fundamental. O valor da remuneração varia conforme a região de trabalho do recenseador e o trabalho desempenhado por ele.

Assim como o Censo Demográfico, essa seleção precisou ser adiada para o ano que vem, em função da pandemia do novo Coronavírus e já está prevista no Projeto de Lei Orçamentária Anual de 2021 (PLOA 2021).

Concurso 02: 192 vagas destinadas somente para o estado do Rio de Janeiro, contemplando as carreiras de agente censitário de pesquisa por telefone (180 vagas) e supervisor censitário de pesquisa e codificação (12 vagas).

Concurso 03: Destinado à função de codificador, cujo quantitativo de vagas ainda será definido. O edital desse concurso deverá ser divulgado após a realização do Censo Demográfico, por volta de novembro de 2021.

O Censo Demográfico do IBGE, que acontece a cada dez anos no Brasil, foi adiado entre 1º de agosto e 31 de outubro de 2021. Nesse período, cerca de 71 milhões de domicílios espalhados pelo país receberão a visitação de mais de 180 mil recenseadores.  

Fale agora com um consultor!

Publicado: 27 de November de 2020