Concurso IBGE: saiu o resultado final da seleção de 206 mil vagas

Após à divulgação dos gabaritos finais, FGV publica a lista final de aprovados no concurso de agentes censitários e recenseadores do IBGE.

Atenção concurseiros que prestaram às provas objetivas do concurso de agentes censitários e recenseadores do IBGE. Nesta sexta-feira, 20 de maio, a Fundação Getúlio Vargas publicou os resultados finais do concurso de 206.891 vagas temporárias em seu portal virtual. O nome dos selecionados no concurso poderá ser conferido logo abaixo:

RESULTADO FINAL DO CONCURSO DE AGENTE CENSITÁRIO MUNICIPAL E CENSITÁRIO SUPERVISOR

RESULTADO FINAL DO CONCURSO DE RECENSEADOR

A banca publicou ainda os resultados finais de quem concorreu às vagas de deficientes e às vagas de pretos ou pardos. Para ter conseguido estar entre os aprovados nesse processo seletivo, era preciso que o candidato a  recenseador tenha obtido pelo menos, 15 pontos na prova objetiva. Já para agente censitário municipal e agente censitário supervisor, a pontuação mínima é 18 pontos. Sem contar que, nos três cargos, o candidato não poderia zerar em nenhuma das disciplinas presentes nas provas.

Ao todo, 126.360 candidatos a recenseador se classificaram na seleção, enquanto 87.450 foram considerados não eliminados, podendo serem chamados se houver necessidade no órgão. Já entre os agentes, 19.174 estão classificados, enquanto 117.772 não estão eliminados.

Vale frisar que foi derrubada a cláusula de barreira que limitava o número de convocações nesse certame. Isso significa que mais de 350 mil aprovados nesse concurso poderão ser chamados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, possivelmente já nos próximos dias para atuarem no aguardado Censo Demográfico, que terá início em 1º de agosto deste ano.

Maior número de aprovados será para o cargo de recenseador

O edital do processo seletivo de mais de 206 mil vagas temporárias foi publicado depois de dois adiamentos consecutivos (o primeiro em função da pandemia da Covid-19 e o segundo devido à redução do Orçamento concedido ao IBGE aprovada pelo Congresso Nacional).

A maior parte das oportunidades temporárias foi destinada para a carreira de recenseador – foram 183.021 vagas quem possui nível fundamental de escolaridade. Essa grande quantidade de vagas justifica-se devido à natureza dos trabalhos que serão desempenhados pelo recenseador, quem é quem atuará na linha de frente do Censo – visitando os domicílios e colhendo as informações necessárias para auxiliar o IBGE na construção de um perfil atualizado da população brasileira.

Em função justamente do trabalho que será desempenhado por um recenseador, a remuneração será definida de acordo com a carga de trabalho estipulada pelo IBGE e com a quantidade de entrevistas realizadas durante os três meses do Censo. Para quem atuar no Rio de Janeiro, por exemplo, as remunerações serão as seguintes:

  • R$1.791,24 (25h semanais e 50 entrevistas);
  • R$2.183,20 (30h e 61 entrevistas);
  • R$2.906,12 (40h e 81 entrevistas);
  • R$3.621 (50h e 101 entrevistas).

As outras oportunidades temporárias são voltadas para carreiras de nível médio - 5.460 vagas para agente censitário municipal e 18.420 vagas para agente censitário supervisor, com remuneração de, respectivamente, R$2.558 e R$2.158 mensais, já estado incluso o auxílio-alimentação no valor de R$458, com jornada de 40 horas semanais.

Todos os aprovados ainda terão direito a receber auxílio-transporte, auxílio pré-escolar, férias e 13º salário proporcionais.

 

Fale agora com um consultor!

 

 

Publicado: 20 de May de 2022