Concurso CGU: ministro anuncia provas em fevereiro

Por meio das redes sociais, Wagner Rosário, ministro da Controladoria-Geral da União, afirma que provas objetivas vão acontecer em fevereiro de 2022.

O que antes era incerto, agora está mais do que confirmado. O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, respondeu a uma seguidora nas redes sociais que perguntou quando sairá o edital do próximo concurso para técnico e auditor de finanças. O ministro não só deu a previsão de quando poderá sair o edital, como confirmou o mês em que serão aplicadas as provas, dando um incentivo para os concurseiros aproveitarem o feriado de 7 de Setembro para intensificarem na preparação:

Seguidora: “E há uma previsão do mês de publicação do edital? Perdoe-me se estou sendo impertinente, mas a ansiedade é grande”.

Ministro da CGU: “Você não está sendo impertinente. Pelos menos dois meses antes de fevereiro. Estamos trabalhando para novembro. Espero que dê certo. Um conselho importante: Provas em fevereiro. O resto é resto. Segure a ansiedade e estude. O que faz passar é saber a matéria”.  

Rosário ainda afirmou que as provas do Concurso CGU vão acontecer antes do feriado de carnaval, previsto para iniciar no dia 26. O edital para esse concurso deve sair mesmo cerca de dois meses antes da realização das provas, já que uma portaria assinada pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Caio Mário Paes de Andrade, reduziu esse período entre edital e provas de quatro para dois meses.

A respeito dos locais de aplicação das provas, o ministro afirmou novamente que elas ocorrerão nas cidades em que houver vagas disponíveis, ou seja, nas capitais da Região Norte e em Brasília, onde a CGU fica sediada. Porém, ainda não descartou a possibilidade de aplicar os exames em todas as capitais do país.

Vale lembrar que as provas para técnico e auditor serão aplicadas no mesmo dia e horário, impossibilitando que um candidato se inscreva aos dois cargos.

Ainda não está fechada a lista de disciplinas que serão cobradas nos exames. À princípio, as vagas oferecidas para o cargo de auditor deverão ser destinadas para as áreas de Auditoria, Fiscalização, Tecnologia da Informação, Finanças, Contabilidade Pública e Direito. A disciplina de Administração Orçamentária e Financeira deverá surgir na avaliação de todas as especialidades de auditor.

O que está acertado é que somente os candidatos a auditor serão submetidos a uma prova de redação, que deverá ser semelhante ao que foi cobrado no último concurso desse cargo.

Quem pode disputar as 375 vagas abertas pela CGU?

Para ocupar uma das 75 vagas abertas para o cargo de técnico federal de finanças e controle, é preciso que o concorrente possua nível médio de escolaridade. Já para concorrer às 300 vagas de auditor de finanças e controle, o indivíduo precisa ter nível superior em uma das áreas mencionadas anteriormente.

Os futuros técnicos receberão salário de R$7.741,31, enquanto os que ocuparem as vagas de auditor terão, mensalmente, R$19.655.06. Dentro desses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$458. A carga de trabalho desses profissionais será de 40 horas semanais e as contratações ocorrerão através do regime estatutário, que assegura estabilidade financeira e empregatícia.

 

Fale agora com um consultor!

 

Publicado: 06 de September de 2021