Concurso agente educador: convocação de efetivos em breve

SME-Rio convocou agentes educadores temporários para encerramento do contrato de trabalho e trâmites para convocação dos efetivos já está sendo realizado.

A Coordenadoria Geral de Recursos Humanos da Prefeitura do Rio de Janeiro publicou, no Diário Oficial do Município, nesta segunda-feira (13), algumas orientações para os agente educadores temporários, que tiveram os contratos de trabalho encerrados. Os profissionais deverão comparecer à prefeitura (Rua Afonso Cavalcanti, 455 - Centro Administrativo São Sebastião, 1º andar, sala 102 - Cidade Nova, Rio de Janeiro), no prazo de 8 dias úteis, contados a partir de hoje, ou seja, até o dia 22 de janeiro, entre 9h e 17h, para a devolução dos cartões RioCard. 

De acordo com a prefeitura, o objetivo da publicação é encerrar as formalidades legais, uma vez que já houve o término do prazo dos respectivos contratos de trabalho.

Processo seletivo ofereceu 400 vagas temporárias 

O processo seletivo para agente educador da SME-Rio visava preencher 400 vagas temporárias. Para concorrer, o requisito era que o candidato tivesse o nível médio de escolaridade. A remuneração oferecida era de R$1.350,63, para uma carga de trabalho de 40 horas semanais. Além da remuneração, os profissionais recebiam benefícios, como vale-transporte e auxílio-alimentação. O regime de contratação era o celetista e o contrato de trabalho teve duração de seis meses, prorrogáveis por mais três, de acordo com a necessidade da Secretaria Municipal de Educação do Rio.

Convocação de efetivos deve ocorrer em seguida

Na época da publicação do edital do concurso para temporários, em abril de 2019, a assessoria de imprensa da SME-Rio havia informado que a contratação desses profissionais serviria para preencher vagas em aberto, até a convocação dos aprovados no concurso para efetivos. 

Uma vez que o processo para início dos encerramentos dos contratos temporários já está no fim, a expectativa é que a convocação para as vagas efetivas não demore a acontecer. O concurso para efetivos também ofereceu 400 vagas para o cargo de agente educador. A remuneração oferecida aos servidores será de R$1.792,73. O valor da remuneração é composto pelo salário base, de R$1.350,53; auxílio-alimentação, de R$264; e auxílio-transporte, de R$178,20. A jornada de trabalho será de 40 horas semanais. O regime de contratação é o estatutário, que garante estabilidade empregatícia. 

As 400 vagas que foram oferecidas serão distribuídas pelas 11 Coordenadorias Regionais de Educação (CRE) da Secretaria Municipal. 

Os agentes educadores trabalharão prestando apoio às atividades educacionais realizadas nas escolas. Caberá a este profissional orientar e inspecionar a conduta dos alunos, contribuindo para a segurança e bem estar de crianças e jovens matriculados na rede municipal de ensino. Estão entre as principais atribuições do cargo, estão: Acompanhar as atividades livres e extracurriculares, zelando pelo bem-estar, saúde, educação, cultura, recreação e lazer dos alunos; Orientar e informar aos alunos quanto às regras, procedimentos, regimento e regulamento das unidades escolares; Orientar os alunos quanto ao cumprimento dos horários; e Auxiliar na organização do ambiente escolar, bem como inspecionar os diversos ambientes da unidade.

Candidatos do concurso agente educador-RJ foram avaliados por meio de provas objetivas 

Os candidatos do concurso SME-Rio para agente educador II foram avaliados por uma prova objetiva. O exame contou com questões das seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Matemática e Estatuto da Criança e do Adolescente. Para ser considerado aprovado, o candidato precisava obter o mínimo de 60% de acertos no total da prova. O percentual equivalia a 48 pontos, uma vez que cada questão valia dois pontos. Além disso era necessário garantir, pelo menos, 20% de acerto em cada umas das disciplinas. Ou seja, era preciso conseguir, no mínimo, quatro pontos em Português, quatro em Matemática e oito em Estatuto da Criança e do Adolescente. 

Em novembro do ano passado a SME-Rio convocou os classificados no concurso para entrega de documentos referentes à tomada de posse. Na manhã de hoje (13) os candidatos compareceram à secretaria para pegar documentos que deveriam levar até as escolas onde irão atuar. Agora os 400 candidatos aprovados estão no aguardo da publicação da lista de convocação, para, de fato, tomarem posse de seus cargos.

 

Fale agora com um consultor

Publicado: 13 de January de 2020