Concursos 2018: diversos editais esperados para este ano

Quer fazer concursos em 2018? O que não faltam são oportunidades para serem abertas este ano. Por isso, os concurseiros de plantão precisam manter o foco e continuar a preparação.

Só assim será possível conquistar o emprego sonhado na carreira pública. É hora de intensificar os estudos, porque diversos concursos estão previstos para acontecer ainda este ano.

Essa expectativa é reforçada pela movimentação dos mais variados órgãos públicos na busca da recomposição do quadro funcional, a maioria com elevado déficit de pessoal, inclusive já causando prejuízos à imagem da instituição e até aos cofres públicos.

Recomendação: mantenha os estudos em dia


Na área do Judiciário, há expectativa para os concursos STF, STJ, MPU, TRTs, TRFs, AGU e vários outros órgãos.

Outra área muito aguardada é a fazendária. Nesse caso, dois concursos muito esperados são os de assistente técnico-administrativo (ATA), auditor-fiscal e analista-tributário da Receita Federal, no Tesouro Nacional, na Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional, na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e na Superintendência de Seguros Privados (Susep), entre outros.

Na área policial, há consenso de que os concursos terão de acontecer no menor espaço de tempo possível, uma vez que, além de muito elevado o déficit de pessoal, diante da crise na área de segurança, o governo federal se viu obrigado a engajar-se efetivamente no combate aos tráficos de drogas e de armas.

Os concursos PF e PRF sairão em breve. E não é só. Ainda há necessidade de novas contratações nos Ministérios do Meio Ambiente e do Trabalho e Emprego (nesse caso, um dos mais aguardados é o cargo de agente administrativo), por exemplo.

Outro órgão de suma importância para o governo federal e que está enfrentando problemas por falta de pessoal é o Banco Central, que pede nova seleção desde o último concurso, realizado em 2012. 

Há concurso, inclusive, para quem ainda não conseguiu concluir os estudos. A Companhia Municipal de Limpeza Urbana do Rio de Janeiro - Comlurb já anunciou seu próximo concurso com 1.000 vagas para gari.

Para participar, será necessário apenas a quarta série do ensino fundamental. O detalhe é que, depois de contratado, a empresa ajuda na conclusão dos ensinos fundamental e médio.

Confira, abaixo, os concursos públicos já previstos


Área Judiciária

Concurso MPU: Há um esforço para que o concurso aconteça ainda este ano, mais precisamente, em outubro. Déficit é de 1.795 servidores, sendo mais de 500 para técnico, de nível médio. MPU já trabalha para conseguir os recursos necessários e já pediu ao Banco do Brasil a efetivação de um convênio para o recebimento das inscrições 

Área Fiscal

Receita Federal: Há uma solicitação de concurso para este ano. A previsão é de 630 vagas para auditor-fiscal, 1.453 para analista-tributário e 1.200 para assistente técnico-administrativo.

Ministério do Trabalho: Há um grande déficit de auditores-fiscais do Trabalho, cerca de 1.200. O último concurso para o cargo aconteceu em 2013. Não há previsão na LOA, mas nos anos dos últimos concursos também não havia e eles foram realizados.

Área Policial

PRF: O concurso já está autorizado. A corporação está com tudo pronto e trabalha na escolha da inscrição organizadora. São previstas 500 vagas, muito embora a Polícia Rodoviária Federal ainda pretenda aumentar esse quantitativo.

PF: Banca Definida. A escolhida foi o Cebraspe. Serão 500 vagas para  agente, escrivão, papiloscopista, delegado e perito. O edital será publicado muito em breve.

Guarda de Niterói: Concurso já está confirmado e edital pode sair a qualquer momento. Intenção é completar o quadro efetivo, estabelecido por lei, em mil guardas. Como 581 já estão em atividade, ainda faltam 419. Ao que parece, no entanto, o edital deve trazer 240 vagas iniciais.

Depen: O concurso para agente penitenciário federal está na pauta, uma vez que ainda no ano passado havia um pedido no MPDG para 1.580 vagas. 

Área de Controladoria

CGU: Último concurso foi realizado há vários anos.

TCM-Rio: Concurso está confirmado, mas o órgão ainda não definiu a comissão organizadora.
Bancos e Empresas Públicas

Bancos e Empresas Públicas

EPE: Empresa de Pesquisa Energética, empresa federal vinculada ao Ministério das Minas e Energia, já confirmou o concurso para o segundo semestre, com vagas para os níveis médio e superior, além da formação de cadastro reserva.

Bacen: É grande o déficit de pessoal. Pedido está protocolado e serviços executados pelo Banco Central, correm risco de colapso, caso não haja recomposição do quadro funcional.

Correios: A empresa já informou que há a necessidade de um novo concurso, para recompor o quadro funcional, para melhorar os serviços, que têm caído de qualidade.

BNDES: O último concurso aconteceu em 2012 e expirou em 2015.

Caixa Econômica Federal:  O último concurso aconteceu em 2014.

Área Financeira

CVM: Já estão pedidas 128 vagas. O último Concurso CVM aconteceu em 2010 e os aprovados foram chamados em 2010 e 2014.

Susep: Solicitadas 55 vagas para os cargos de agente e analista, cargos que exigem formação de nível médio e superior.

Secretaria do Tesouro Nacional: Expectativa de 100 vagas para técnico de Finanças e Controle e para auditor de Finanças e Controle.

Poder Executivo

INSS: O pedido reforçado, por meio de uma nova nota técnica em caráter de urgência, no Ministério do Planejamento, é de 7.788 vagas, sendo 3.984 somente para o cargo de técnico do seguro social, de nível médio. O concurso é urgente e inevitável.

AGU: Pedidas 100 vagas para cargos de nível superior.

INPI: Vinculado ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, o Instituto Nacional de Propriedade Industrial já fez um pedido, ao Ministério do Planejamento, para 394 vagas.

Ibama: O meio ambiente também é questão muito séria. E sem pessoal, nesse país continental, é impossível realizar um bom trabalho. Pedidas 1.630 vagas. 

ICMBio: No Instituto Chico Mendes, criado em 2007, a situação é a mesma do Ibama. Falta pessoal e a necessidade de realização de concurso é muito grande. Pedidas 1.179 vagas.

ANA: E nessa onda do meio ambiente também está a Agência Nacional das Águas. Está tramitando no Ministério do Planejamento um pedido com 88 vagas.

DNIT: Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes também precisa de mais de mil novos servidores. É só lembrar o estado atual das estradas federais brasileiras. Solicitadas 1.098 vagas.

Poder Legislativo

Câmara dos Deputados: A realização já está prevista no orçamento. A expectativa é de que sejam oferecidas 296 vagas para preenchimento imediato.

Senado Federal: Outro concurso previsto, uma vez que o último teve sua validade expirada em 2014. Aquela Casa Legislativa precisa reoxigenar e renovar o quadro funcional.
Publicado: 12 de June de 2018