Concurso TRT RJ: edital sai na segunda, dia 19

Mais uma excelente notícia para quem vai prestar o esperado concurso TRT RJ: os candidatos já podem planejar os seus estudos. É que a prova será no dia 10 de junho. Então, não há tempo a perder. Comece, agora mesmo, a sua preparação. O concurso TRT RJ está mais do que confirmado.


O edital para o concurso TRT RJ vai mesmo sair na segunda-feira, dia 19 de março, quando serão iniciadas as inscrições. O atendimento vai se estender até o dia 19 de abril, na página eletrônica da instituição organizadora, a Assessoria em Organização para Concursos Públicos - Instituto AOCP.


Isso significa que quem deseja participar dessa oportunidade imperdível, a partir de agora, tem de utilizar todo tempo possível para se preparar. O preenchimento das vagas do TRT-RJ, por meio de concurso público, será feito de acordo com a ordem de classificação dos candidatos.


Ou seja, quem estiver mais bem preparado terá melhores condições de ter um bom desempenho e conseguir uma boa classificação, o que pode garantir esse emprego que vai garantir a tranquilidade para o resto da vida. E para técnico judiciário serão classificados até 1.220 aprovados.


Remunerações: ótimo atrativo


Muito embora o maior benefício de quem ingressa no serviço público seja, sem dúvida alguma, a conquista da tão sonhada estabilidade no emprego, não há como negar que uma boa remuneração é sempre um ótimo atrativo para quem deseja conseguir um bom emprego.


As remunerações iniciais para os cargos que terão vagas oferecidas nesse concurso TRT RJ são: R$ 7.592,53 mensais, para técnico judiciário (área administrativa - sem especialidade - apenas nível médio; área de apoio especializado - enfermagem - nível médio/técnico com registro no Coren); R$ 8.650,18 mensais, para técnico judiciário (área administrativa especializada - segurança - nível médio e carteira de motorista D ou E).


No nível superior, que vai classificar até 1.160 aprovados, as remunerações são de R$ 11.890,82 mensais, para analista judiciário (área administrativa - qualquer curso superior, área judiciária - para os formados em Direito, e área de apoio especializado - para os formados em Engenharia Elétrica, Civil e Mecânica); e R$ 13.626,13 mensais (analista judiciário - oficial de justiça - para os formados em Direito - em virtude da Gratificação de Atividade Externa).


Além da garantia da tão sonhada estabilidade no emprego, todos os servidores têm direito a vários benefícios, tais como auxílio-alimentação e Gratificação de Atividade Judiciária (ambos já incluídos nos valores das remunerações), auxílio-transporte e assistências pré-escolar, médica e odontológica.


Previstas muitas contratações


E os interessados não podem esquecer que será formado um grande cadastro de reserva para as contratações durante todo o período de validade do concurso TRT RJ, lembrando que o Tribunal Regional do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro historicamente sempre contrata muitos aprovados.


No concurso realizado em 2008, por exemplo, o Tribunal Regional do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro - TRT-RJ ofereceu somente 84 vagas para preenchimento imediato, mas contratou, ao longo da validade do concurso, 1.575 candidatos aprovados, sendo 993 para o cargo de técnico judiciário, de nível médio, e 572 para o cargo de analista judiciário, de nível superior.


Já no concurso anterior, realizado em 2012, o Tribunal do Trabalho do Rio ofereceu somente 45 vagas para preenchimento imediato, mas as contratações alcançaram 1.195 aprovados, sendo 818 para o cargo de técnico judiciário, de nível médio, e 377 para o cargo de analista judiciário, de nível superior.


Agora, as perspectivas são de muitas contratações, uma vez que já existem 118 cargos vagos no tribunal, sendo 81 para o cargo de técnico judiciário, de nível médio, e 37 para o cargo de analista judiciário, de nível superior. E isso é apenas o começo, sem contar as aposentadorias previstas.


Por isso, a recomendação é para que os candidatos façam desse concurso TRT RJ um verdadeiro projeto de vida. Agora é hora de investir no futuro. E nunca é demais repetir: para o nível médio, serão até 1.220 classificados (1.000 só para a área administrativa), enquanto que para o nível superior, 1.160 aprovados.


A maior demanda está na capital e na Região Metropolitana, principalmente na Baixada Fluminense. Cidades como São Gonçalo, Nova Iguaçu e Duque de Caxias têm grandes necessidades.


Raciocínio Lógico está fora


Outra informação relevante para quem deseja disputar as oportunidades no cargo de técnico judiciário é a exclusão da disciplina de Raciocínio Lógico. A parte de Conhecimentos Básicos da prova objetiva ficaria com questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Noções sobre Direito das Pessoas com Deficiência (acessibilidade e mobilidade) e Legislação e Ética no Serviço Público.


Em Conhecimentos Específicos, as disciplinas variam de acordo com a especialidade. Para o técnico judiciário da área administrativa, as matérias devem ser Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito do Trabalho e Noções de Direito Processual do Trabalho, a exemplo do concurso anterior, realizado em 2012.


Publicado: 12 de March de 2018