Concurso São Gonçalo-RJ: nova comissão prevista para o dia 20

Os preparativos do Concurso São Gonçalo-RJ para Educação estão a todo vapor. É o que garante a Prefeitura do município, localizado na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, que afirmou que a nova comissão responsável pela seleção será formada até o próximo dia 20.

A seleção está prevista desde 2018, quando foi anunciada, mas passou os últimos meses sem novidades ou movimentações relevantes. Na ocasião, chegou a se anunciar que uma comissão organizadora já trabalhava nos preparativos da seleção, mas os trâmites empacaram.

Na última terça-feira, contudo, a equipe de Comunicação da Prefeitura informou que "será publicada, na próxima semana (até sexta, dia 20), uma comissão para tratar dos detalhes do concurso e definir todas as etapas, incluindo as datas". A nova comissão deverá finalmente agilizar os processos de elaboração do projeto básico e contratação da banca organizadora.

A seleção deverá oferecer oportunidades para os cargos de professor I e II, inspetor de disciplinas e auxiliar de creche. As carreiras no magistério requerem licenciatura, nível médio na modalidade Normal ou superior em Pedagogia. Aos auxiliares, a exigência é o nível médio, enquanto para os inspetores ainda não há exigência divulgada.

De acordo com o secretário de Educação, Marcelo Azeredo, também está previsto o provimento de vagas para cargos da área Administrativa, como o de agente de apoio técnico e funções de nível fundamental.

Concurso São Gonçalo está previsto na LDO 2019

Esta edição do Concurso São Gonçalo para a área de Educação está prevista na Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2019 (LDO), na parte de Metas e Prioridades. No documento, fica confirmado o orçamento destinado à realização da seleção.

A última vez que o município recebeu um concurso público do tipo foi no ano de 2016. Na ocasião, foram oferecidas 355 vagas em diversos cargos. Mais de 14 pessoas participaram da seleção, que teve poucos faltantes.

As oportunidades foram para professor I, nas áreas de: Artes, Ciências, Educação Física, Geografia, História, Inglês, Espanhol, Francês, Português e Matemática. A exigência era a licenciatura plena na área específica. Já para professor II, foi exigido nível médio na modalidade Normal ou graduação em Pedagogia

Além do magistério, o concurso contou também com vagas para orientador educacional e pedagógico, de nível superior, e inspetor de disciplinas, de nível médio. Os salários variaram entre R$788 e R$1.234,49

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, com questões de: Português, Fundamentos da Educação, Legislação e Conhecimentos Específicos. Houve também prova prática para os cargos de professor intérprete de Libras e Braille, além da avaliação de títulos.

 

                         Fale agora com um consultor

Publicado: 11 de September de 2019