Concurso Bombeiros RJ oficiais: saiu o edital para isenção da taxa de inscrição

Foi publicado nesta quinta-feira (15) o edital de isenção das taxas de inscrição do novo concurso Bombeiros RJ, com 25 vagas para oficiais.

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) publicou nesta quinta-feira (15) o edital de isenção da taxa de inscrição para o novo Concurso Bombeiros RJ para a carreira de Oficial. Os interessados devem enviar as solicitações ainda neste mês de outubro, entre os dias 20 e 22. A isenção da taxa de inscrição deve ser solicitada por meio do site da Uerj e a documentação solicitada deverá ser enviada fisicamente, até o dia 23 de outubro.

O requerimento de isenção e a documentação comprobatória de cada candidato poderão ser postados, em qualquer agência dos Correios, como carta registrada, e encaminhados ao Departamento de Seleção Acadêmica da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Endereço: Rua São Francisco Xavier, nº 524, 1º andar, bloco F, sala 1141, Maracanã, Rio de Janeiro).

Conforme consta no documento, estão aptos para solicitar a isenção da taxa de inscrição candidatos que atendam à condição de carência socioeconômica, definida como renda bruta média mensal familiar menor ou igual a R$1.567,50. Além disso, para participar da seleção, os candidatos devem possuir o nível médio completo de escolaridade. 

O resultado do processo de isenção está previsto para sair no dia 17 de novembro. Após essa etapa, os candidatos deverão se inscrever no concurso.

Inscrições para oficiais do Corpo de Bombeiros RJ abrem em novembro

Em setembro, a Uerj divulgou o calendário do novo concurso Bombeiros RJ para Oficiais. Segundo a instituição, o Corpo de Bombeiros do Rio optou por um vestibular isolado.

Assim, a primeira etapa da seleção contará apenas com uma prova objetiva (com questões de Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza e Ciências Humanas) e uma redação. Logo, o exame discursivo, com questões sobre Física e Matemática, não deve ser realizado.

A inscrição para o concurso Bombeiros RJ poderá ser realizada entre os dias 18 e 30 de novembro.  A prova objetiva está agendada para o dia 10 de janeiro. Segundo a Uerj, a realização desse exame é condicionada à concessão das vagas pelo Estado do Rio de Janeiro.

Após a finalização da parte acadêmica (provas da Uerj), os candidatos classificados dentro de três vezes o número de vagas oferecidas no concurso Bombeiros RJ serão convocados para a parte específica, que é realizada pela própria corporação. Nesta fase os candidatos serão submetidos a exames físicos e de saúde, além de pesquisas documental e social. Os aprovados em todas as etapas serão convocados para o curso de formação. A seleção costuma ter validade de 20 dias, após a homologação.

CBMERJ também organiza um concurso para soldados temporários

O governador do estado do Rio de Janeiro em exercício, Cláudio Castro, sancionou, no último dia 29 de setembro, a Lei nº 9027/2020, que regulamenta o Serviço Militar Temporário Voluntário (SMTV), no Corpo de Bombeiros do Estado do Rio. Logo após, a corporação já anunciou que abrirá concurso para 3 mil vagas de soldados temporários.

Poderão concorrer ao cargo de soldado temporário interessados de ambos os sexos, que possuam o nível médio de esclaridade e idade entre 18 e 25 anos. Ainda não se sabe se haverá exigência de altura mínima. Serão reservadas às mulheres 30% do quantitativo das vagas.

As informações foram passadas pelo então comandante-geral da corporação Roberto Robadey Jr, que deixou a chefia do Corpo de Bombeiros e da Secretaria de Defesa Civil também no último dia 29, para dar lugar ao coronel Leandro Sampaio Monteiro. Em entrevista concedida no dia 28, Robadey Jr disse ainda que o edital está previsto para sair até o final de outubro. Segundo ele, o estado está correndo com os preparativos para esta seleção.

Ainda de acordo com Robadey Jr, Serão distribuídas 40 vagas para cada grupamento, que são quartéis maiores, e 12 vagas para cada destacamento. Sendo assim, as oportunidades serão distribuídas pela capital e diversas outras cidades do estado. Mas as vagas serão locais, o que significa que o candidato concorrerá para o local em que mora.

De acordo com Robadey Jr, os aprovados como soldados temporários receberão um salário mínimo no primeiro ano de atuação, passando a ganhar, a partir do segundo ano, a remuneração de um soldado bombeiro militar, que é de R$3.352,55. Conforme estabelece a Lei nº 9027/2020, o tempo de voluntariado será de 12 meses, podendo o contrato ser prorrogado por até oito anos.

Publicado: 15 de October de 2020