Fernanda Torres

Fernanda Torres

Guarda Municipal Niterói e de Volta Redonda

Classificado

Meu nome é Fernanda Torres, tenho 22 anos e fui aprovada na GCM de Volta Redonda e GCM de Niterói.  Antes de começar a estudar para concurso só trabalhava. Decidi estudar, pois queria uma qualidade de vida melhor e estabilidade. A área de segurança pública é uma área que, pessoalmente, gosto bastante. Curso direito e assim que me formar pretendo tentar outros concursos melhores para essa área.  Os concursos das GCM’s foram os meus primeiros concursos. Não pensei em desistir. Apesar de não ser fácil a rotina de trabalhar e ainda estudar para concurso, eu coloquei isso como meta e prioridade por 2 anos, até conseguir passar.  Eu estava estudando de domingo a domingo. Sempre intercalando a matéria com muitos exercícios (eles são fundamentais na aprovação). Por meio de exercícios a gente passa a conhecer a banca e entender como os temas vistos vêm em prova; é fundamental. Eu estudava de segunda a sexta 4h por dia e final de semana o dia todo. Meu maior desafio foi conseguir desenvolver meus estudos. Tive muita dificuldade em algumas matérias por ter tido um ensino médio muito fraco, então tive que me esforçar bastante para me nivelar; o que não foi fácil. Assim que decidi estudar para concurso, imaginei que precisaria de um curso. Fui até a Degrau porque já tinha tido bons Feedbacks da instituição, e não me decepcionei em momento algum. Sempre tive apoio do pedagógico e dos professores, dentro e fora de sala. Os professores, em especial, tenho muito a agradecer. Sempre foram super solícitos e atenciosos para explicar e tirar dúvidas. A sensação de aprovação é única. Recomendo! É um misto de muita alegria e reconhecimento por tudo que você fez. Eu estudei bastante, esperava por esse resultado, mas sabia também que podia não dar certo e que eu precisaria continuar e levar como experiência. Não existe um perfil de concurseiro; o que existe são as pessoas que realmente querem e se dedicam. Concurso é persistência e dedicação. Antes de começar a estudar eu, como muitos, imaginei que não conseguiria nunca. Nunca fui estudiosa e nunca estudei nos melhores colégios, pelo contrário: no ensino médio, especificamente, tive muitas dificuldades. A escola passou por muita greve e quase não tive aula. Então saí de lá com uma bagagem de estudos muito fraca e isso me deixava muito insegura. Mas depois de ter dado o pontapé inicial eu vi que só dependia de mim. Não tenho uma dica específica para dar. A rotina de estudos para concurso é um conjunto: é importante estar com a mente tranquila e eliminar os problemas que forem possíveis, para você ter um estudo saudável (o que leva a absorver mais o conteúdo). É primordial reservar horas de estudo diárias, sempre intercalando a matérias com muito exercícios.  É preciso colocar os estudos como prioridade e meta de vida. Enquanto não for prioridade e você não se dedicar tudo que pode, será mais difícil (ou quase impossível) alcançar o resultado.